quarta-feira, 6 de abril de 2011

A trás do balcão

Ola leitor(es) do P.N.L! Como já é senso comum, sabemos que o ensino superior se encontra num processo de sucateamento e qualidade de ensino muitas vezes, e infelizmente, duvidável.

Dentre os N motivos para a existência deste quadro; cada dia da minha labuta diária me comprova que talvez, provavelmente, quem sabe, pode ser devido a falta de exames psicotécnicos durante o processo seletivo de ingresso ao ensino superior (tanto para estudantes quanto para professores).

Além das outras pérolas já postei neste brógui, a mais recente me fez considerar com um pouco mais de seriedade a necessidade desse tipo de avaliação antes do ingresso na instituição de ensino superior:

Pessoa:"Alo, é da coord. do curso XXX?"

Eu: "sim é sim"


Pessoa: "então, tenho uma dúvida. Fiz a inscrição pro vestibular no curso de XXX em Ituiutaba e passei; Queria saber o curso é em Ituiutaba mesmo?"


* Minha poker face é ativada, e voz de telemarketing ligada

Eu: "Então, é como consta no nome. Curso de XXX EM Ituiutaba, não tem como ser aqui, é lá mesmo."


Pessoa: "Ah ta brigada, é que ficou meio confuso né, dá pra confudir hehe"


"CONFUSO?!!"O.o

PQP,
sinceramente.... não sei pra que criar cotas e sistemas alternativos de ingresso, pelo visto qualquer um tá podendo entrar numa Universidade federal, basta desligar o bom senso.

2 comentários:

Rafael Farnezi disse...

Huahuahuahuahua!!!
Fala sério hein, deve ter sido trote!

Lucas disse...

Era pegadinha do malandro!! saci fufu!!