terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Utilidade pública

Uma vez um sábio -ou o ciclope do filme kron, não tenho certeza- disse " ignorância é uma benção" e cada dia que passo percebo o quão verdadeira é essa afirmação.

Digo isso pois cada vez que olho para trás percebo as inúmeras burrices que fiz, e que outros fazem sem perceberem ou sentir arrependimentos, pelo simples fato de serem ignorantes o suficiente para não verem a burrada em que estão se metendo.

Algo que me assombra e irrita quase diariamente é uma das novas modinhas que se espalhou por todos os cantos: Kanjis agora são legais.
*Para quem quem não sabe kanji é o nome dado aos ideogramas japoneses ou chineses- isso mesmo aqueles rabiscos/desenhos que você e suas amiguxas axaum munitin.

É algo simplesmente que incompreensivél como as pessoas conseguem gostar tanto de meros simbolos que não sabem o que significam, ler ou escrever? não vejo analfabetos idolatrarem um A ou então uma sílaba... mas fazer o que¬¬.

Algo ainda pior, é o "staus proporcionado", já que nao sei quando ou por que, é atribuido a esses caracteres um status hip, cult, alternativo, despojado e até espiritual, assim muitos outros adjetivos com valor vazio.

Por isso venho por meio dessas linhas mal traçadas trazer mais um: Serviço de utilidade pública by Plantas Nao Latem!
Preparem se para saber dos perigos de sair por aí dando uma de "japagirl".

Me lembro que depois que aprendi o básico de inglês meu vestuário passou a se limitar em 50%, senão menos, do que tinha no meu guarda roupa. O motivo para isso?
Simples eu sabia o que estava escrito. E em 99,cem% dos casos era algo sem sentido ou errado, ou entao eu não sabia o significado mesmo. Mas por experiencia de vida podia prever que era alguma bobagem escolhida pelo fato de ter um som "legal"; o que me dava vergonha de sair com aquilo na rua.
*divago

Agora vejamos mais uma vez o caso dos kanjis...Voce não sabe o significado, a leitura e muito menos escrever e ainda sim, sai carregando isso em camisetas, bonés e pior ainda tatuagens.

"Ah mas o que que tem Victor? eu vi lá no album do cara que vai me tatuar e tinha um legenda com o significado"

Sim, sim tinha uma legenda. E mais uma vez por vivência de vida (isso mesmo, a redundancia foi proposital) sei que legendas advindas de fontes desconhecidas são sempre confiáveis, ainda mais quando você fará uma marca na sua pele pelo resto da sua vida!

Diriamente me divirto e em alguns casos me assusto com as barbaridades kanjizadas por ai. camisetas exibindo ofensas dirigidas para seu usuários, tatuagens com símbolos inventados,etc.

Quer ver um exemplo disso no seu dia a dia? vá na loja de departamento mais perto da sua casa -sim serve 1,99- e veja/compre/pegue/roube algum item que possua um ideograma. Feito isso, já no conforto do seu lar, procure o mesmo ideograma no Google.
Você verá que de acordo com os "équisperts" a sua caneca com o símbolo de amizade, também tem o simbolo de ovelha, sonho, Pelé e muitas outras coisas, isso se não for alguma invenção, não tendo sequer algum significado mesmo pro seu criador.

É, sim que decepção, a internet não é como a TV que sempre está certa e nunca mente..tsc..tsc.. deplorável.

Mas que fique uma lição amiguinhos, não é só por que o "desenho" parece ser japonês/chinês -ou algo que alguém de olhos puxados leria- que tem algum significado; e se de fato tiver algum não é necessariamente o que a legenda diz.

Então cuidado ao sairem por aí tatuando braços, virilhas ou cofrinhos... nunca se sabe quando você irá conhecer alguém que de fato sabe ler "rabiscos".

Nenhum comentário: