sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Estavamos todos errados 2

Se há algo que constantemente passa em minha cabeça (além de que o orkut é algo muito estranho; vide link*) é o quão trash é a televisão brasileira.
Com toda certeza alguma vez em nossas significantes vidas, já paramos em frente da caixa quadrada com14 polegadas ou mais, tela de vidro ( cristal liquido para voce que é um burguesinho) e detentora da verdade absoluta e pensamos:
"Meu Deus como eu posso estar vendo isso? será que tem alguém que realmente gosta desse programa?!"
Dúvida de mim? então reserve/perca um tempo no seu sabádo a noite (já que você não tem nada melhor para fazer) e veja no máximo 8 minutos de Zorra Total, digo no máximo pois quantidades maiores que isso podem afetar seu funcionamento cognitivo, o que pode te levar a gostar do programa.
Após visto ou imaginado a cena, você chegará seguinta reflexão - se caso não chegou é por que viu muita Zorra Total :" Nossa antigamente a TV era melhor..." seguida de outras afirmações como a programação era melhor estruturada ou que haviam melhores programas.
*consegui usar o adjetivo "melhor" 3 vezes seguidas em única frase, revire em seu túmulo Guimarães Rosa!!
A memória de nossos tempos de infância tem uma característica incrível de generalizar de que como eramos felizes e a vida era boa naquela época consequentemente tudo também devia ser, dentre elas a televisão. Vem a tona a nostalgia de progarmas como Glub-Glub, A Praça é Nossa (quando ainda era engraçado), Trapalhões (quando também era engraçado, ou seja, reprises com Muçum e Zacarias), etc.
E assim mais uma vez lanço mão das sabias palavras de minha avó: " aí que tá a perdedeira do mundo!". Assim como insconstitucionalissimamente não é a maior palavra da língua brasileiresca (vide link*), a TV antigamente não era melhor do que a atual.
Já é de praxer sabermos que programas de prestígio "povão" como Gugu, Faustão, Hebe, Zorra Total, Marcia e muitos outros utilizam-se de meios excusos para atrair o público, conseguir audiência e preencher a grade horária. Apelam para o sensacionalismo barato, ou seja, tragédia, sexo drogas e rock'nroll. E quando você pensa que não podem descer mais o nível, sempre aparacem com algo pior/melhor.
Como já disse anteriormente, acreditamos que se "hoje a coisa é fudida ao menos antigamente era menos", aí que você se engana meu amigo(a)!
Eu como um fiél discipúlo de Sônia, utilizarei do Yiuiui Tubí para mostrar que o buraco é mais embaixo, e se hoje a TV é podre antes ela conseguia ser pior, senão -na melhor das hipóteses- igual a que está ligada na sala da sua casa.
Clique no respectivo link e veja do que estou falando:
Ok viu né?! Acredito que dispensa somentários, já que em único programa temos -não necessáriamente nessa ordem:
  • Sula Miranda de biquini(estímulo sexual, ainda que distorcido)
  • Música de Sula Miranda(música povão)
  • "Mullets" tendo sonhos realizados( alguém do povão com quem possamos nos reconhecer)
  • Gugu transformando o programa numa putaria só(dispensa comentários)

Agora eu lhe pergunto, além das roupas e cortes de cabelo o que mudou?!

2 comentários:

débra disse...

ainda somos os mesmos!!!!!!!!!!!
uhewujhceicfjkqoekeropvcr

saudade d vcs!!!
bjo
=]

dêbrada disse...

ainda leio seu blog!!!!!

rsrsrsrs

\o/\o/\o/

=**