quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Que ódio!!

Já aviso esse post será uma merda não perca seu tempo lendo ele!!( aposto agora que você ficou morrendo de vontade de ler)... mas to falando sério; to escrevendo esse post no brógue as pressas,como forma de desabafo, sem nem pensar direito, o que unido com minhas habilidades de digitaçao resultara em um assasínio da lingua brasileira

-por que faço isso?simples, nao tem ninguém em casa ou no msn pra eu ficar xiando no ouvido-

Como alguns sabem outros nao, a ultima semana foi uma semana decisiva para vida deste que vos escreve (nem tanto), mas com certeza uma semana importante na minha vida. Muitas coisas estão acontecendo rescentemente, oportunidade de emprego, inciação cientifíca( tenho que fazer um projeto descente em apenas 11 dias!!! tapu que riupa) meu irmão viajando( oq significa que virei o "poço de favores" da casa, minhas obrigações dobraram...), matéria da faculdade acumulada e ainda afazeres domésticos ja que estou em semana acamêmica- ou como gosto de chamar "semana do saco cheio com emissao de certificado"- de acordo com meus pais, tenho muuito tempo livre¬¬.

Mas tudo bem a vida é assim mesmo, a incompreensao faz parte da natrureza humana, pois como ja dizia um sabio, cujo nome nao me vem o nome a cabeça : "ninguem busca ser compreendido por que o que é compreendido pode ser controlado"

*divago ......

Indo direto ao assunto que despertou minha ira e me forçou a escrever esse post rídiculo, o qual ja avisei para parar de ler por que nao te acrescentara em nada! ( alem de que interrompeu por alguns minutos a minha oportunidade de mamar nas tetas do governo por 1 ano/ou mais atraves de um projeto cientifico).

Já faz algumas semanas nossa familia recebeu um novo membro, uma cadela flihote de Dog-Alemao e que atende pelo nome de Charlotte. Uma coisa lindinha e bonitinha de tão desengonçada, atrapalhada e retardada que é - algum dia posto uma foto dela... ou nao, sei lá to bravo, nao me peça favores!!-

Graças a esse anjinho quadrupede da famimila dos caninus minha rotina sofreu algumas mudanças, entre elas a inclusao de mais uma obrigaçao, LAVAR A GARAGEM!
nao que eu ache ruim, sério é bom! mecho com agua, me distraio, vejo o movimento da rua e talz, mas depois que vc tem de fazer isso todos os dias da semana, e ate mesmo 2 ou 3 vezes no mesmo dia isso passa a cansar.....

Não! nao sou um fresco preguiçoso, quando digo lavar é lavar mesmo!
Vocês nao tem ideia do que acordar de manha e ver toletes de coliformes fecais do tamanho de um tenis n°46 espalhados por toda agaragem... sem contar as poças de urina...e toneladas de papeis e sacolinhas de plastico rasgadas...afff
Nao bastasse ter de passar 30 minutos com agua, sabao, kiboa e uma reza braba limpando aquilo ao final da tarde vc percebe que foi tudo em vao por que a maldita conseguiu repetir a proeza mais uma vez.

Toda essa enrolaçao foi ó um preludio para vc visualizar o cenário do evento q agora irei descrever. Estou aqui no PC no conforto e higiene do meu quarto qndo escuto o barulho de alguem jogando algo no gramado da garagem. Paro minhas atividades academicas por alguns segundos e vejo que é a nova ediçao da revista que meus pais assinam, todo serelepe vou pege-la antes que as caçulinha destrua ela.

Tarde demais, pelo visto os 14,006 segundos( ou menos, provavelmente menos) que levei do meu quarto a revista foram longos o suficiente para que as paginas que compunham a revista fossem desintegradas.
Para melhorar ainda mais meu estado de espirito me deparo com uma cratera escavada na grama(recém-colocada) do jardim da frente, ou seja, mais um coisa pra ser limpa...
E se tudo isso nao fosse o bastante enquanto tento amenizar aquela bagunça piso num tolete que estava no chao( certeza que a Charlotte fez isso propositalemente), a proposito ainda estou sentindo o cheiro dele enquanto escrevo esse post.....

Só posso definir essa situaçao, assim como esse post todo com uma única palavra, uma bela cagada!!¬¬
ah pronto ja me sinto melhor,nada como escrever um post gigante sobre um evento irrelevante e fazer o leitor perder seu tempo para acalmar os animos!

-mas o meu pé ainda fede...-

Nenhum comentário: